Home / Conquistas / CCT 2017: acordo garante reajuste de 6,5% para os educadores da rede particular

CCT 2017: acordo garante reajuste de 6,5% para os educadores da rede particular

eachers Appreciation Week (1)
O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino da Rede Particular (Sinterp-MA) e o Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino (SINEPE-MA) fecharam nesta sexta-feira, 19, a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT 2017), definindo um reajuste de 6,5% para os educadores da rede particular, com pagamento retroativo a 1º de março. O acordo também mantém todos benefícios constantes da CCT anterior, como gratuidades dos dependentes legais, quinquênio, recesso de final de ano, férias coletivas e antecipadas, entre outros.

O presidente do Sinterp-MA, professor Jorge Lobão, ressalta que o acordo assegura um ganho real de 1.81%, um dos maiores índices em comparação às atuais negociações a nível nacional. Ele ressalta as dificuldades da negociação deste ano, em razão da situação econômica do Brasil, onde empresas de todos os segmentos estão perdendo mercado, em especial a forte desnacionalização sofrida pelo mercado de ensino de 3º grau, com a chegada de empresas estrangeiras capitaneadas pelo capital financeiro, através do mercado de ações. “Alcançamos um acordo importante, diante do quadro nacional de crise e tentativa de retirada de direitos trabalhistas, com uma conquista que ajuda a fortalecer nossa categoria diante da luta do trabalhador”, observa.

IMPERATRIZ – O acordo vale para os estabelecimentos de ensino da rede particular de 216 municípios do Maranhão, excetuado apenas o município de Imperatriz, onde o acordo foi fechado diretamente com os representantes dos estabelecimentos de ensino locais, fechando o índice do reajuste em 6%, com pagamento retroativo a 1º de abril.

Você pode Gostar de:

Curso Estadual de Arbitragem – Ginástica Artística Feminina

Best free WordPress theme